Atividades

Centro Cultural Hiroshima do Brasil

  • Atividades sociais desenvolvidas pelo Centro Cultural Hiroshima do Brasil

    • Intercâmbio com a província de Hiroshima e troca de informações;
    • Confraternização entre os associados através da realização de eventos, como festas de fim de ano e de Ano Novo, recepção a autoridades, etc.;
    • Incentivo ao desenvolvimento da cultura e da economia da província de Hiroshima;
    • Publicação de boletim informativo;
    • Criação de um site na internet;
    • Intercâmbio com as demais associações de províncias, especialmente com as da região de Chugoku;
    • Realização de palestras, espetáculos artísticos e teatrais;
    • Oferecimento de aulas de dança, karaokê, karatê e jujitsu;
    • “Radio taissô” (atividade física de leve intensidade) para idosos;
    • Realização de exposições fotográficas relativas à bomba atômica em Hiroshima.

    Atividades desenvolvidas pelo grupo de senhoras

    O centro cultural conta com um grupo de senhoras voluntárias, que auxilia nas diversas atividades desenvolvidas ao longo do ano e, até o ano de 2013, colaborava na realização do “Momiji no Kai”, evento que ocorria mensalmente, durante um dia, e consistia numa série de atividades direcionadas a pessoas idosas. E reativamos o “Momiji no Kai” no mês de maio de 2016.

    Atividades desenvolvidas pelos jovens

    • Participação no Festival do Japão, promovido anualmente pela Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil (Kenren), com a preparação do prato típico da província de Hiroshima, o “okonomiyaki”;
    • Realização de “undokai” (gincana esportiva) e piquenique, em conjunto com as demais associações de província da região de Chugoku;
    • Atividades esportivas realizadas no próprio Centro Cultural;
    • Intercâmbio e atividades de divulgação através do website e página do Facebook.

    Grupo de performance artística “kagura”

    Grupo dedicado à manutenção do “kagura”, manifestação artística tradicional típica da região de Chugoku, que associa o teatro à dança e à música.

    Os ensaios são realizados nas manhãs de domingo todas as semanas na própria sede social. Por ano, são realizadas de oito a dez apresentações em festivais da “colônia” (na cidade de São Paulo e no interior do estado) e nos eventos “Geinosai” e “BunkaMatsuri” (organizados pelo Bunkyô de São Paulo), no Festival do Japão (organizado pelo Kenren), no “NihonMatsuri” de Osasco, no “SakuraMatsuri” de Garça e no “HanatoIchigoMatsuri” de Atibaia, entre outros.